segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

" Bandeiras pessoais de Cristóvão Colon"


Por: Manuel Luciano da Silva, Médico


Há em Portugal 74 famílias brasonadas, cada uma tem o seu brasão específico a sua própria bandeira com os seus símbolos característicos. Conheço muito bem o Brasão do Navegador Cristóvão Colon (Colombo).

Será que o Cristóvão Colon teria alguma bandeira própria? Descobri que o Navegador usou duas

Bandeiras Verdes Pessoais em estandartes nas caravelas.

Como é que poderia encontrar um documento coevo, que desse a referência verdadeira sobre essas Bandeiras Verdes?

Depois de muito procurar, por muita sorte, encontrei uma referência extraordinária.

O Diário de Bordo da primeira viagem que o Navegador fez, dá- nos a descrição do desembarque na Ilha de São Salvador, no dia 12 de Outubro de1492.

Cristóvão Colon relata-nos o episódio.

As suas próprias palavras em espanhol no Diário de Bordo:

Y el Almirante salió a tierra en la barca armada, y Martín Alonso Pinzon y Vicente Anes su hermano, que era capitán de la Niña. Saco el Amirante la bandera real y los capitanes con dos banderas de lacruz verde, que llevava el Almirante en todos los navios por seña, comuna F y una Y; encima de cada letra su corona, una de un cabo de lacruz e outra de outro”.

Tradução em Português:

E o Almirante desembarcou numa barca armada e Martin Alonso Pizon e Vicente Anes, seu irmão, que era o capitão da caravela Niña. O Almirante exibiu a Bandeira Real e os capitães eriçaram os estandartes com as duas Bandeiras Verdes que o Almirante levava em todos os navios como suas insígnias, com a letra F e com a letra Y; em cima de cada letra havia uma coroa, uma dum lado da cruz e aoutra do outro lado da cruz.”

Eis as duas Bandeiras Verdes Pessoais do Cristóvão Colon:

(1) Que tipo de Cruzes são estas Cruzes?

(2) Qual é a análise das letras nos lados de ambas as cruzes?

(3) Quais são os significados das letras F e Y?Antes de respondermos a estas perguntas temos primeiro que fazer uma revisão das Cruzes que existiam em Espanha e Portugal na época dos Descobrimentos.

Vários tipos de Cruzes em Espanha

Depois de examinarmos a Enciclopédia Espanhola sobre Cruzes e 50 páginas na Internet usando o título de Cruzes Espanholas, NÃO encontramos NENHUMAS Cruzes Espanholas que fossem semelhantes às Cruzes Verdes das Bandeiras Pessoais do Navegador Cristóvão Colon!

Observamos que os espanhóis são muito conservadores no que diz respeito aos formatos das várias cruzes.

Os espanhóis não se querem desviar do formato da Cruz Alta de madeira que foi usada para crucificar Cristo!

Se examinarmos as cruzes usadas nas velas das caravelas Nina, Pinta e Santa Maria na primeira viagem às Caraíbas, verificamos que essas cruzes são todas DIFERENTES das Cruzes Verdes do

Colon, porque ESTAS têm as extremidades dos braços em 45 graus.

Nenhuma destas caravelas tem a Cruz da Ordem de Cristo.

Vários tipos de Cruzes em Portugal

A Cruz dos Descobrimentos em Portugal foi a Cruz da Ordem de Cristo.

O que muita gente não sabe em Portugal é a ORIGEM da Cruz da Ordem de Cristo e as METAMORFOSES porque ela passou. Temos portanto que fazer uma revisão esquemática dos braços ou extremidades da Cruz da Ordem de Cristo.

A Cruz da Ordem de Cristo é derivada da Cruz dos Templários de Portugal.

A Bandeira da Cidade de Tomar mostra-nos a História das duas bandeiras:

Dos Templários e da Cruz da Ordem de Cristo.

Bandeira de Tomar

(1) Do lado esquerdo é a Bandeira dos Templários entre 1160 até 1319

(2) Do lado direito é a Bandeira da Cruz da Ordem de Cristo entre 1319até ao presente.

Primeira Cruz da Ordem de Cristo

A primeira Cruz da Ordem de Cristo é, como já dissemos, derivada da Cruz dos Templários portugueses.

Foi o Grão-Mestre da Ordem, Gualdino Pais, que em 1160 construiu o Castelo e Convento de Tomar, que possui um altar mor com oito arcos, chamado Charola, que é uma imitação do Santo Sepulcro, que os Templários Portugueses viram em Jerusalém, onde Jesus Cristo foi sepultado.

Aqui está a Cruz dos Templários, que apresenta as extremidades ou braços da cruz, em arcos CONVEXOS, irradiando do centro do círculo.

Esta cruz é típica na construção original do Convento de Tomar.

Neste diagrama vemos claramente os cortes que se fizeram nos braços da Cruz dos Templários para originar a PRIMEIRA Cruz da Ordem de Cristo. Os arcos CONVEXOS foram cortados e tornaram-se planos ou rectilíneos.


Foto da PRIMEIRA Cruz da Ordem de Cristo no Convento de Tomar gravada em pedra.

ALERTA! Esta PRIMEIRA Cruz da Ordem de Cristo é uma das Cruzes Verdes Pessoais que aparece numa das Bandeiras do Cristóvão Colon!

Vejamos agora as mudanças da PRIMEIRA para SEGUNDA Cruz da Ordem de Cristo.

Nos fins do século XIV, as extremidades da Cruz da Ordem de Cristo sofreram nova transformação.

Os braços começaram a tomar uma forma angular terminando em arcos CÔNCAVOS.


Foto da SEGUNDA Cruz da Ordem de Cristo no Convento de Tomar gravada em pedra.

Vejamos agora as metamorfoses das TRÊS CRUZES da Ordem de Cristo

ALERTA! Esta TERCEIRA CRUZ da Ordem de Cristo é uma das Cruzes Verdes Pessoais que aparece numa das Bandeiras do Cristóvão Colon!

Janela do Capítulo no Convento de Tomar.
Notar a TERCEIRA Cruz na parte superior desta janela,com as extremidades em 45 graus.

O monumento em Portugal que possui os três tipos de Cruzes da Ordem de Cristo por excelência é a Torre de Belém construída entre 1516-1521.

Torre de Belém em Lisboa rendilhada com Cruzes da Ordem de Cristo

Aqui está a fotografia da Cruz da Ordem de Cristo na varanda viradapara a FOZ do rio Tejo. Notar as extremidades da cruz CÔNCAVAS,típicas da SEGUNDA Cruz.


Aqui está a fotografia da Cruz da Ordem de Cristo na varanda virada para a NASCENTE do rio Tejo. Notar as extremidades da Cruz em 45graus.

ALERTA! Esta TERCEIRA Cruz da Ordem de Cristo é uma das Cruzes Verdes que aparece numa das Bandeiras Pessoais do Cristóvão Colon!

Agora que já vimos calmamente a evolução das três Cruzes daOrdem de Cristo estamos preparados para examinarmos asduas Bandeiras Verdes Pessoais dos estandartes do Navegador Cristóvão Colon.


Agora vamos analisar as duas letras F e Y nas duas bandeiras do Navegador.

Mas antes de analisarmos os significados da duas letras F e Y temos que REVER a descoberta do Monograma de Salvador Fernandes Zarco ou seja a Sigla: S F Z.

Aqui está um documento verdadeiro que mostra do lado esquerdo o Monograma e do lado direito a Sigla do Navegador.


Vamos examinar as letras do lado esquerdo das Bandeiras Verdes


Agora vamos analisar as letras do lado direito das Bandeiras Verdes.Para analisarmos estas duas letras temos que recorrer ao Alfabeto Hebraico:


O Alfabeto Hebraico não possui vogais nem algarismos árabes tais como: 1, 2, 3, 4,5, etc.

Os judeus atribuem valores numéricos às letras.

Usam as letras tambémpara vários significados.Temos que salientar a letra “Zayin”, que significa um Z e também as letras“Tsade” que têm um som igual a um ‘Z’.

As duas letras do lado direito das Bandeiras Verdes são duas letras Hebraicas que se pronunciam: ZAYIN and TSADE ambas com o som de um Z.

Podemos fazer uma análise semelhante na outra bandeira Verde.

Se estas duas letras ZAYIN and TSADE tem um som de Z será pedir muito se as consideramos iniciais do nome ZARCO?

Assim se juntarmos as letras do lado esquerdo das Bandeiras Verdes, com as letras do lado direito, vamos concluir queelas são iniciais do nome S F Z :Salvador Fernandes Zarco, tal qual como diagnosticamos no Monograma deS F Z :Salvador Fernandes Zarco.

Contrapontos:

(1) Qual será o significado das Coroas de Duque nas duas Bandeiras Verdes? Cristóvão Colon faz uma descrição no Diário de Bordo como se estas Bandeiras Verdes fossem exclusivamente suas. Encimadas com coroas, isto significa que ele tinha sangue azul, era brasonado.

(2) Será que a letra F do lado esquerdo das Bandeiras Verdes poderá ser a inicial do Rei Don Fernando de Espanha e a letra Y do lado direito a inicial da Rainha Isabela de Espanha?

(3) Devemos lembrar que o pai de Cristóvão Colon era o DomFERNANDO, Duque de Beja e a Mãe dele chamava-se ISABEL GONÇALVES ZARCO. As Coroas nas bandeiras são do feitio de Coroas de um Duque.

(4) Se a letra F fosse a inicial do Rei Espanhol DonFernando e a letra Y da Rainha Isabela de Espanha, porque é que AMBAS as Bandeiras Verdes têm duas Bandeiras Portuguesas da Ordem de Cristo e NENHUMA bandeira espanhola? ? ?

Colofon

As Bandeiras Verdes Pessoais do Cristóvão Colon estão expostas numa grande pintura na Rotunda do Capitólio em Washington, D. C.


Esta pintura mostra Cristóvão Colon a desembarcar numa ilha das Índias Ocidentais chamada Guanahani à qual ele trocou o nome para São Salvador,no dia 12 de Outubro de 1492.

Ele ergueu a Bandeira dos Reis Católicos de Espanha e reclamou aquela terrapara Espanha, tirou o chapéu em homenagem àquele momento sagrado.

Os Capitães da Niña e da Pinta exibiram os estandartes do Cristóvão Colon -duas Bandeiras Verdes que contêm os desenhos de duas Bandeiras da Cruzda Ordem de Cristo.

Devemos notar que Colon deu à primeira ilha em que desembarcou nome de São Salvador o qual coincide com o seu primeiro nome Salvador!


Estou muito feliz porque esta pintura mostra duas Bandeiras Verdes com as características das bandeiras Portuguesas da Cruz da Ordem de Cristo.

Os FORMATOS das cruzes são ainda mais importante que a sua cor. Não há nenhuma Nação no mundo que possa reclamar possuir cruzes iguaisàs Cruzes da Ordem de Cristo!

Estas Cruzes Verdes são muito importantes para os Luso-Americanos quevivem nos Estados Unidos da América.

Estas duas Bandeiras Verdes queestão nesta pintura são FACTOS.

Contra factos não há argumentos!

As duas Bandeiras Verdes estão na célebre pinturano Capitólio Americano não são cruzes espanholas da Ordem de Calatrava, da Ordem de Alcantara, da Ordem de Santiago, ou da Ordem de Nossa Senhora de Monteza.

As duas Bandeiras Verdes Pessoais de Colon não são as bandeiras da Ordem de São Benedito de Avis, nem da Ordem de Ala, nem tão pouco dos Templários.

As Bandeiras Verdes não são da Ordem de Malta, da Ordem Teutónica, da Ordem de São Gregório, da Ordem do Santo Sepulcro, ou da Ordem de São Silvestre.

Repetimos:

As Cruzes Verdes das bandeiras que estão na pintura no Capitólio Americano têm o mesmo FORMATO da PRIMEIRA e da TERCEIRA Cruz da Ordem de Cristo de Portugal!

Conclusão:

Nas Bandeiras Verdes podemos ler:

(1) O nome do Navegador – Salvador Fernandes Zarco, como aparece no Monograma.

(2) E confirmamos duas Cruzes da Ordem de Cristo Portuguesas no centro das bandeiras.

Esta descoberta é muito importante para os portugueses e seus descendestes que vivem na América, para meditarem que existe uma pintura no sítio mais importante da América – no Capitólio da Nação – a atestar esta descoberta fantástica de que o Cristóvão Colon era Português!

Doravante todas as pessoas que entrarem na Rotunda do Capitólio vão deparar com 8 pinturas enormes sobre os acontecimentos históricos mais importantes desta Nação e constatarão que no desembarque da descoberta da América, o protagonista Cristóvão Colon era Português e tinha, como suas insígnias, duas Bandeiras Portuguesas com a Cruz da Ordem de Cristo, símbolo dos Descobrimentos Portugueses!

Sem comentários:

Enviar um comentário