terça-feira, 13 de abril de 2010

"explorações marítimas portuguesas -séc. XV e XVI"

Em actualização:
Fonte: Edição especial comemorativa do 5º centenário da passagem do Cabo da Boa Esperança
Sabia que dois terços do mundo foram descobertos pelos Portugueses?!
Provavelmente não. Mas é verdade. Foram os primeiros a chegar. Investigaram. Experimentaram. Desbravaram. Deixando o testemunho da sua presença. Trouxeram novas de sítios que se julgavam inalcancáveis. Em menos de cem anos mudaram o mundo. A esse Mundo deram novos Mundos. Materializaram o sonho e modificaram a noção de distância. Fizeram crescer o comércio e o conhecimento científico. Anteciparam a História. Ajudaram ao nascimento de novos países. Foram os primeiros cidadãos do Mundo. E se mais Mundo houvesse lá teriam chegado.
Cabo Bojador - 1434 
Equador - 1471
Cabo da Boa Esperança - 1488
Índia - 1498
Brasil - 1500
China - 1513
Austrália -1522
Califórnia - 1542
Japão - 1543
Nova Zelândia - 1550
De 1383 a Março de 1485 :
Nos reinados de D. João I, D. Duarte e D. Afonso V as armas reais apresentavam poucas alterações, sendo de notar as primeiras referências aos escudetes como “quinas”.
Fundo branco
Cinco escudetes azuis dispostos em cruz (os laterais apontados ao centro)
Os escudetes possuíam cinco besantes (dois pontos - um ponto - dois pontos)
Bordadura vermelha
Diversos castelos dourados na bordadura
Quatro pontas da cruz verde florestada da Ordem de Avis dispostas em cruz na bordadura
Principais explorações marítimas Portuguesas até 1488

1341 – Expedição portuguesa às Ilhas Canárias.
1415 – Conquista da cidade de Ceuta.
1418João Gonçalves Zarco e Bartolomeu Perestrelo descobrem a ilha da Madeira.
1419 – João Gonçalves Zarco e Tristão Vaz Teixeira desembarcam na ilha do Porto Santo.
1420 – Início do povoamento da ilha da Madeira.
1421 – Primeiras viagens de reconhecimento da costa africana para além do cabo Não.
1425 – Segunda expedição portuguesa às ilhas Canárias.
1427 – Diogo de Silves descobre o grupo oriental dos Açores.
1434 – Gil Eanes transpõe o cabo Bojador ( 27º latitude Norte – Sara Ocidental ) até então considerado como limite convencional do mundo.
1435 – Gil Eanes e Afonso Baldaia atingem a angra dos Ruivos ( Angra de los Ruivos) 24º 51´latitude Norte)
1436 – Afonso Baldaia navega até à Pedra da Galé (Piedra de Galéa), 22º 3´latitude Norte).
1437/40 – 
Primeira paragem nas viagens de exploração. Expedição a Tânger(1437); morte do rei D. Duarte (1438): lutas internas em Portugal.
1439 – Início do povoamento das ilhas dos Açores.
1441 – Nuno Tristão navega até ao Cabo Branco (20º 46’ latitude Norte, Mauritânea).
1443 – Nuno Tristão descobre as ilhas de Arguim e das Garças – Mauritânea.
1444 – Nuno Tristão descobre o rio Senegal (16º latitude Norte. Dinis Dias atinge o cabo Verde (Senegal) e a ilha das Palmas (Gorée Island, 14º 45’ latitude Norte).
1445 – Álvaro Fernandes chega ao cabo dos Mastros (red cape, 14º 35’ latitude Norte), sendo morto com mais dezoito companheiros, pelos indígenas locais.
1447/55 – segunda paragem nas viagens de exploração. Desenvolvimento dos tratos comerciais na feitoria de Arguim.
1456 – Cadamostoveneziano ao serviço do Infante, navega até aos rios da Guiné, Diogo Gomes explora os rios da Guiné (Guiné Bissau).
1457/58 – Terceira paragem nas viagens de exploração. Preparativos para a expedição de conquista de Alcácer-Ceguer.
1460 – Morte do infante D. Henrique (13 de Novembro). Pedro de Sintra descobre a serra Leoa (Sierra Leone) e navega até ao cabo Mensurado.Diogo Gomes e António de Nola descobrem algumas ilhas orientais e Cabo Verve ( Santiago, Fogo, Maio, Boavista e Sal).
1462 – Diogo Afonso descobre as ilhas ocidentais de Cabo Verde ( S. Nicolau, Stª Luzia, Stº Antão, S. Vicente e Brava).
1462/69 – Quarta paragem nas viagens de exploração. Desenvolvimento do comércio na Guiné. Campanhas marroquinas de D. Afonso VDificuldade na navegação na zona equatorial.
1469 – 
Arrendamento do exclusivo dos negócios da Guiné a Fernão Gomes, mercador de Lisboa, por cinco anos, com a condição de descobrir anualmente mais 100 léguas, aproximadamente 500 Km de costa.
1470 – 
Soeiro da Costa atinge o cabo das Três Pontas, cape three points, Gana.
1471/72 – João de Santarém e Pero Escobar descobrem as ilhas de S. Tomé e Príncipe e Ano Bom, explorando a costa africana até à foz do rio Niger, levando como pilotos Martim Fernandes e Álvaro  Fernandes, avançaram até à Mina (a Elmina dos Ingleses) Primeiros navegadores europeus a passar o Equador.
1472 – Fernão Pó descobriu a ilha que tem o seu nome, ilha Formosa, ao mesmo tempo percorre a costa marítima desde o Benim aos Camarões
1474 – Lopo Gonçalves e Rui Sequeira descobrem o rio Gabão, o cabo de Lopo Gonçalves (cape Lopez) e atingem o cabo de Santa Catarina, cape Saint Catherine, 2º latitude Sul . D. Afonso V concede o comércio e as pescas da Guiné ao príncipe herdeiro D. João. Viagens de João Vaz Corte Real ao Atlântico Norte, junto às costas da Gronelândia.
1475/81 – Quinta paragem nas viagens de exploração. Guerra com Castela; apresamento de navios castelhanos na Guiné; Tratado de Alcáçovas (1479) que reserva a Portugal o direito das navegações além das ilhas Canárias. Morte de D. Afonso V (1481).
1482 – Diogo de Azambuja inicia a construção da fortaleza de S. Jorge da Mina (Elmina Bay, Gana) Primeira viagem de Diogo Cão além do cabo Stª Catarina, até à baía de Molembo, Cabinda.
1483 – Diogo Cão descobre o rio Poderoso, rio Zaire ou Congo e explora a costa de Angola até à Ponta Redonda do Farol do Giraúl, Norte da baía de Moçâmedes, Namibe, Angola - 15º 8´latitude Sul.
De Março de 1485.....:
D. João II retirou das armas reais os remates flores-de-lis (pontas da cruz verde florestada da Ordem de Avis).
Fundo branco.
Cinco quinas azuis dispostas em cruz (as laterais apontam para baixo, como as do centro).
As quinas possuem cinco besantes brancos (dois pontos – um ponto – dois pontos)
Bordadura vermelha.
Sete castelos dourados na bordadura (por vezes oito castelos
1485/86 – Diogo Cãosobe o rio Zaire até Yellala, contacto com o rei do Congo. Atinge o Cabo da Cruz/Serra, Cape Cross, Namíbia 21 46’ latitude Sul, e Ponta dos Farilhões 22º 10’ latitude Sul.
1487
Início das viagem de Bartolomeu Dias, 05 de Agosto e de Pero da Covilhã, Maio.
1488 – Bartolomeu Dias descobre a passagem do Sueste, a África do Sul e o cabo da Boa Esperança. Desembarque na angra de S. Brás, Mossel Bay, 3 de Fevereiro e exploração da costa até ao rio do Infante (Gret Fish River). Pero da Covilhã visita Cananor, Calecute e Goa na Índia (1488), Sofala, na costa oriental africana (Moçambique, 1489 e interna-se na Etiópia (1491).

vitral museu marinha portuguesa
2 . Principais explorações Portuguesas depois de 1488

1489/95
 – Sexta paragem nas viagens de exploração. Ao serviço de Espanha, viagem de Cristóvão Colon, vulgo Salvador Fernandes Zarco, descobre as Caraíbas, América Central (1492-93).
1495/96 – 
Pedro Barcelos e João Fernandes Lavrador exploram a costa da Gronelândia (terá do Lavrador, nas cartas náuticas antigas).
1497/99 – Viagem de Vasco da Gama à Índia. Chegada à Terra do Natal (25 de Dezembro de 1497, a Mombaça (7 de Abril de 1498), e a Calecute (20 de Maio de 1498), Regresso a Lisboa (Agosto e Setembro 1499).
1497 – Expedição inglesa às costas setentrionais da América, com João Fernandes Lavrador e o veneziano João Caboto.  Descoberta do Lavrador (Canadá).
Primeira viagem de Gaspar Corte Real à Terra Nova. [1499 -1500]
1500 – Segunda expedição marítima à Índia capitaneada por Pedro Álvares Cabral. Descobrimento oficial do Brasil, 22 de Abril e a ilha de Madagáscar 10 de Agosto.
1501 – Segunda viagem de Gaspar Corte Real à Terra Nova. Exploração das costas da Flórida por portugueses (mapa dito Cantino).
1501/02 - Terceira expedição marítima à Índia, capitaneada por João da Nova. Descobrimento das ilhas Stª Helena (15 de Abril) e da Ascensão (5 de Maio). Viagem de Miguel Corte Real à Terra Nova.
1502/03 – Quarta expedição à Índia, capitaneada por Vasco da Gama.Descobrimento das ilhas Seicheles e  Almirante.
1506 – Sexta expedição marítima à Índia, capitaneada por Tristão da Cunha. Descobrimento das ilhas Tristão da Cunha. D. Lourenço de Almeida chega a Ceilão (Sri-Lanka).
1508/09 – Décima expedição marítima à Índia, capitaneada por Diogo Lopes de Sequeira. Chega a Sumatra e a Malaca (1509).
1510 – Conquista de Goa por Afonso de Albuquerque.
1511 – Conquista de Malaca por Afonso de Albuquerque. Descoberta das ilhas Mascarenhas.
1512 – Francisco Serrão atinge as ilhas Molucas e António de Abreu a ilha de Timor.
1513 – Jorge Álvares chega à China (foz do rio Cantão).
1514 – João de Lisboa descobre o rio Prata na costa da América do Sul.
1516 - Francisco Serrão, chega às Molucas e Timor.
1519/1521Fernão de Magalhães, ao serviço de Espanha descobre a passagem do Sudoeste Americano (estreito de Magalhães) atravessa o Oceano Pacífico para ocidente e chega às Filipinas. Sebastião Del Cano completa a circum-navegação da Terra.
1519/20 – João Álvares Fagundes, explora a costa americana desde a Terra Nova até ao estuário do rio S. Lourenço (Canadá).
1522 – Cristóvão de Mendonça e Gomes Sequeira chegam ao continente australiano.
1525 – Estevão Gomes, capitão português ao serviço de Espanha, explora a costa norte-americana desde a Nova Escócia até à baía Chesapeake.
1542 – João Rodrigues Cabrilho, capitão português ao serviço de Espanha, explora a costa da Califórnia.
1543 – Mendes Pinto e Zaimoto chegam ao Japão (ilha de Tanegashima).
1550 – Descoberta da Nova Zelândia
1595 - Pedro Fernandes de Queiroz, capitão português ao serviço de Espanha descobre as ilhas Marquezas.
1606 – Pedro Fernandes de Queiroz descobre as ilhas de Tabiti e as Novas Hébridas, Luís Vaz de Torres, capitão português da armada de Pedro Fernandes de Queiroz, descobre o estreito entre a Austrália e a Nova Guiné (estreito de Torres).

vitral museu marinha portuguesa
Cronologia de algumas viagens de exploração marítimas.

Fontes: Bibliografia: Evolução do Poder Naval nos Séculos XV a XVII, Serviço de Publicações Escolares da Escola Naval. Sem data. Haws, Duncan e Hurst, Alex, The Maritime History of the World, Brighton, 1985.Pemsel, Helmut, A History of War at Sea, Naval Institute Press, 1980.Pereira, R., Apontamentos de História Naval, Serviço de Publicações Escolares da Escola Naval, 1986.Peres, Damião, História dos Descobrimentos Portugueses, Vertente, Porto, 1983.
pelo Cmdte. José António Rodrigues Pereira
 caravela, museu marinha portuguesa 
Princípios de 1147: Viagem dos Aventureiros. Pouco antes do início do cerco de Lisboa pelas forças cristãs, largou desta cidade uma expedição de mareantes muçulmanos que pretendia encontrar umas ilhas situadas lendariamente ao largo da península Ibérica. Não houve mais qualquer notícia da expedição.
Verão de 1336: Primeira expedição portuguesa às ilhas Canárias; houve mais duas expedições em 1340 e 1341.
planisfério descobertas marítimas portuguesa 
Cerca de 1341: os irmãos Vivaldi. Esta expedição que terá partido de Barcelona destinava-se também à exploração do Atlântico. Nunca se soube do seu destino.
1408: tentativa de passagem do Cabo Não, por António Calaforro e Lopo de Santarém.
1409: tentativa de passagem do 
Cabo Não, por Jacob de Navarra e Pedro de Maiorca.
1410: Passagem do 
Cabo Não, por Lopo de Santarém.
1412: Primeiras expedições ao litoral africano e ilhas Canárias ordenadas pelo Infante D. Henrique.
1415: Conquista de Ceuta. Uma esquadra portuguesa de 250 navios com 12.000 homens toma de assalto a cidade de Ceuta; esta data marca o início da expansão portuguesa do Século XV.
1417: Tentativa de passagem do 
Cabo Bojador, por João Vaz da Cunha? e Pero de Serpa, " o genovês", por fazer resgate para um mercador de Génova, em Lisboa.
1418: tentativa de passagem do Cabo Bojador, por Bartolomeu Perestrelo, "criado da casa infante D.João (irmão do infante D. Henrique.
1419: Descoberta da ilha Porto Santo. Os navegadores João Gonçalves Zarco e Tristão Vaz Teixeira visitam esta ilha, iniciando a colonização portuguesa das ilhas atlânticas.
1420: Desembarque na ilha da Madeira". Os portugueses João Gonçalves Zarco e Bartolomeu Perestrelo, desembarcam nesta ilha e iniciam o seu povoamento e colonização.
1420: tentativa de passagem do Cabo Bojador, por Pedro Calderom.
1422: O cabo Não, limite das navegações mouriscas na costa africana é ultrapassado pelos navegadores portugueses que se aventuram a navegar mais para Sul.

carta náutica de 1424, de Zuane Pizzigano, as verdadeiras Antilhas 
1424: Os portugueses descobriram a costa americana as verdadeiras “Antilhas. Reconheceram  sucessivamente as ilhas “Saya”, península Avelon; “Satanazes”, Terra Nova; “Antília, Nova Escócia;Ymana”, ilha Príncipe Eduardo, como pode ser comprovado pela Carta Náutuca de 1424, onde estão gravadas nitidamente a data de 22 de Agosto de 1424 e o nome do seu autor, Zuane Pizzigano, um cartógrafo italiano de Veneza. Apesar do mapa ter sido feito por um italiano, os nomes das quatro ilhas – Antília, Satanazes, Soya e Ymana – estão escritas em português a testemunhar a ida e volta de navegadores portugueses a terras da América do Norte, antes de 1424! Esta descoberta das verdadeiras Antilhas deve-se ao Dr. Manuel Luciano da Silva.
1426: tentativa de passagem do Cabo Bojador, por José Galego, português, avô do cosmógrafo João Galego.
1427: Descoberta dos "Açores". No regresso de uma viagem pelo mar largo, o piloto Diogo de Silves desembarca na ilha deSanta Maria, cuja colonização e povoamento se inicia em 1431 por Gonçalo Velho Cabral.
1428Tentativa de passagem do Cabo Bojador, por Pero de Serpa.
1430: Passagem do Cabo Bojador. Considerado na época como o limite dos mares navegáveis. Este famoso promontório é ultrapassado pelo navegador português Gil Eanes.
 costa ocidental africana, do cabo Bojador ao cabo Verde 
1432: segundo Gaspar Frutuoso, cronista açoriano do séc. XVI, as ilhas dos Açores foram descobertos por Gonçalo Velho Cabral que, a mando do Infante D. Henrique chegou à Ilha de Stª Maria em 1432 e S. Miguel em 1444.
1433: Nuno Tristão atingiu os cabos Branco e Mirik e a Ilha de Arguim.
1434: Inicia-se neste ano a utilização da rosa dos ventos de 32 Rumos em vez dos 12 habituais.
1434: Gil Eanes Afonso Gonçalves Baldaia descobrem a "angra dos Ruivos" e chegaram à "Costa do Ouro".
1436: Afonso Baldaia descobre a Angra dos Cavalos e Porto Galé.
1437: Desastre de "Tânger". Uma tentativa dos portugueses para alargar o seu domínio em Marrocos com a conquista desta praça, redunda em grave derrota militar.
1438: Provável naufrágio dum navio português na "ilha Fernando de Noronha".
1440: Realizam-se as primeiras trocas comerciais com a África ao Sul do Bojador, reactivando o interesse pelas navegações.
1441: Nuno Tristão atinge o "cabo Branco".
1443: Nuno Tristão entra no "golfo de Arguim".
1444: Dinis Dias chega ao "cabo Verde".
costa ocidental africana , do cabo Verde ao cabo Monte
1444: Início do comércio com os povos do Sul do Sahara, ou seja, hoje denominada África sub-sahariana.
1445: Álvaro Fernandes passou para Sul do "cabo Verde" e chegou ao "cabo dos Mastros".
1446: Nuno Tristão passou o cabo Roxo e atingiu o rio Grande, actual rio Geba, onde foi trucidado pelos indígenas, presentemente Balantas.
1446: Álvaro Fernandes chegou à parte norte da actual "Guiné-Bissau"., descobrindo o rio Casamansa.
1448: Realizou-se uma expedição ao Atlântico Ocidental conforme demonstra uma carta da época de André Bianco.
 orientação pela Estrela Polar
1452: Descoberta das "ilhas das Flores e do Corvo" pelo navegador português Diogo de Teive.
1452: Diogo de Teive, descobre o  banco da Terra Nova
1455: Descoberta da ilha de S. Cristóvão (Boavista) do arquipélago de Cabo Verde ,por Vicente Dias.
1458: Uma expedição comandada pelo próprio rei D. Afonso V conquista a praça marroquina de "Alcácer-Seguer".
1459: Descoberta da ilha de Santiago do arquipélago de Cabo verde por Diogo Gomes e António Noli (da Nola).
13 de Novembro 1460: Morre o Infante D. HenriqueOs navegadores portugueses exploraram a costa africana até à Serra Leoa 8º latitude Norte, e o Atlântico até ao mar dos Sargaços 40º longitude W.
costa ocidental africana, do cabo Monte ao cabo Stª Catarina
1460: Diogo Gomes António de Noli descobrem mais algumas ilhas do arquipélago de "Cabo Verde".
1461: Diogo Afonso descobriu as ilhas ocidentais de "Cabo Verde".
1462: Conquista de "Arzila". Esta praça marroquina é conquistada por D. Afonso V e Tânger é abandonada pelos muçulmanos e ocupada pelas tropas portuguesas.
astrolábio e quadrante
1470: Soeiro da Costa atinge o cabo três Pontas, no Gana, S. Jorge da Mina.
1471 e 1472: Os navegadores portugueses João de Santarém e Pero Escobar descobrem as ilhas de São Tomé Príncipe e Ano Bom. levando como pilotos Martim Fernandes e Álvaro Fernandes.Iniciou-se a navegação pelo Cruzeiro do Sul. Exploraram a costa marítima ocidental de África até à futura S. Jorge da Mina (Elmina dos Ingleses), à região do cabo Três Pontas e ao delta do rio Níger, Gana e Nigéria

1472: Fernão Pó descobriu a ilha que tem o seu nome, ilha Fernão Pó, ilha Formosa, Bioko, e ao mesmo tempo correu a costa do Benim, reconhecendo a área Lagoa, que chamou de Lagos, actual Lagos, Nigéria, explora o rio Wouri que chamou de Camarões e a ilha de Ano Bom.
1472: Viagem à Groenlândia e Terra Novaou Terra dos Bacalhaus; a expedição chefiada por, João Vaz Corte-Real e Álvaro Martins Homem.
1474: Lopo Gonçalves e Rui Sequeira descobrem o rio Gabão, o cabo de Lopo Gonçalves (cape Lopez) e atingem o cabo de Santa Catarina ( cape Saint Catherine)2º latitude Sul , talvez os primeiros a cruzar o Equador e entrar no Hemisfério Sul
 caravela Boa Esperança
1475: Cristóvão ColonSalvador Fernando Zarco de Portugal, casa com a filha de Bartolomeu Perestrelo e vive alguns anos na ilha de Porto Santo.
1476: O navegador português João Coelho visita algumas ilhas das Caraíbas; ia a bordo de um dos seus navios um marinheiro de nome,Salvador Fernandes Zarco, futuro Cristóvão Colon, pseudónimo ou firma,  ao serviço de Espanha a partir de 1492.
1482: Em Agosto Diogo Cão sai do Tejo em demanda da África Austral, para além do Cabo de Stª Catarina, paralelo 2 a Sul do Equador.
rotas das duas viagens de exploração marítimas das guarnições do navegador Diogo Cão, do cabo StªCatarina a cabo da Cruz/Serra (cape Cross), Namíbia, Sudoeste Africano  
23 de Abril 1483: Chegada do navegador Diogo Cão à foz do rio Zaire, rio Poderoso. Exploração da costa de Angola até ao Cabo de Stª Maria e Ponta Redonda  do Farol do Giraúl, baía de Moçâmedes, Namibe, latitude 15º 8' Sul e longitude 12º 7' Este.
Setembro de 1485: Segunda viagem de Diogo Cão. Exploração do rio Zaire, até às cataratas de Yellala a 160 quilómetros da foz. 
 inscrições das pedras de Yellala, rio Zaire a montante de Nóqui e Matádi, data provável Novembro/Dezembro de 1485, pela guarnição do navegador Diogo Cão  
Volta a explorar a costa africana atingindo o actual Cape Crosscabo do Cruz/Serra , latitude 21º 46' Sul e longitude 13º 57' Este, Serra Parda", Março de 1486, perto de Walvis Bay, Namíbia, e "ponta dos Farilhões", latitude 22º 10' Sul

 padrão do cabo da Cruz/Serra, Cape Cross, Namíbia, actualmente em Berlim Alemanha  
Maio de 1487: Afonso de Paiva e Pero da Covilhã foram por terra, de Lisboa até ao Reino do Prestes João, Etiópia.
viagens de Afonso de Paiva e de Pêro Covilhã
1487/88: Bartolomeu Dias, coroando 50 anos de esforços e metódicas expedições, dobra o "cabo da Boa Esperança". Em finais de Janeiro 1488 alcança o oceano Índico, desembarcando na actual Mossel Bay, Baía de S. Brás 03 de Fevereiro de 1488, latitude 34º 9' Sul e longitude 22º 7' Este. O famoso "Promontórium Prassum" da geografia de Ptolomeu foi alcançado, passou a ser designado de "cabo de Boa Esperança".
1487: Gonçalo Eanes e Pêro de Évora, subiram o rio Senegal numa expedição ao interior africano até Tucurol e Timbuctum
segundo Eric Exelson, rota da guarnição da guarnição do navegador Bartolomeu Dias, descoberta do cabo da Boa Esperança, 
1489/92: Os portugueses realizam viagens de exploração no Atlântico Sul com vista a descobrir o regime de ventos, Duarte Pacheco Pereira foi pioneiro.
 caravela Vera Cruz
1490: Partida de Cristóvão Colon para Espanha saindo de Portugal como agente secreto do monarca português. D. João II, com o objectivo de desviar as atenções da descoberta do caminho marítimo para Índia que os Portugueses à muito procuravam.
1492: Por esta época realiza-se uma expedição portuguesa ao Oceano Índico precursora da viagem de Vasco da Gama.
1492: Autorização dos reis Católicos de Espanha da viagem de Cristóvão Colon [Salvador Fernandes Zarco]. Partida de Palos da 1ª viagem ao Atlântico Ocidental.
rotas das 4 viagens de exploração marítimas de Cristóvão Colon às Caraíbas 
1492: Cristóvão Colon, numa tentativa de chegar à Índia pelo ocidente atinge as Caraíbas, a ilha de "S. Salvador ", região que ficou na posse da coroa espanhola, ilhas que já conhecia quando navegou com João Coelho em 1476.
6 de Março de 1493: Chegada de Cristóvão Colon a Lisboa no regresso da viagem onde se encontra com D. João II.
25 de Setembro de 1493: Início da segunda viagem de Colon.
 caravela Vera Cruz
7 de Junho de 1494: Tratado de "Tordesilhas". Depois da mediação papal, Portugal e Espanha dividem entre si os territórios recém descobertos. A linha divisória era o meridiano que passava 370 léguas a Oeste das ilhas de Cabo Verde, ou seja 46º 37' W, ficando Portugal com todas as terras descobertas ou a descobrir a Oeste desse meridiano, excepto as ilhas Canárias.
 1502 planisfério anónimo dito Cantino., notar o meridiano de Tordesilhas
1494: Duarte Pacheco Pereira, um dos negociadores do Tratado de Tordesilhas, calculou, com erro inferior a 4%, o comprimento do grau do meridiano em 18 léguas, ou seja 106,56 Km ou 57,5 milhas marítimas. O grau de meridiano são 111,111 Km
1495: Viagem dos navegadores João Fernandes Lavrador Pero de Barcelos à "Gronelândia" e "Terra de Lavrador".
1496: Regresso de Colon a Espanha no final da sua segunda viagem.
1497: As naus portuguesas passam a utilizar velas nos mastaréus da gávea e do traquete e "portinholas" para a artilharia nas cobertas.
nau S, Gabriel, museu da marinha portuguesa
07 de Julho 1497: partida de Lisboa da armada de Vasco da Gama que se destinou à descoberta do caminho marítimo para a Índia.
rota da guarnição de Vasco da Gama, descoberta do caminho marítimo para a Índia
20 de Maio 1498: Vasco da Gama completa o descobrimento do caminho marítimo para a Índia, contornando o Sul do continente africano.
1498: Viagem de Duarte Pacheco Pereira ao Atlântico Sul e exploração da costa americana para Norte do rio Amazonas e de seguida para Sul. Descobertas feitas na América do Sul, 2 anos antes de Cabral, viajando até 28º 30' Sul , próximo ao cabo de Stª Marta Grande
1498: Partida de Cristóvão Colon, da sua terceira viagem com destino às Caraíbas.
Agosto de 1498Colon foi preso e deportado para Espanha devido a abusos por parte de seu irmão Bartolomeu Colon.
 réplica nau Cristóvão Colon
Fevereiro de 1500: Ao chegar a CádisColon é imediatamente libertado, assim terminando a sua terceira viagem.
09 de Março de 1500: Partida de Lisboa da esquadra de Pedro Álvares Cabral, composta por treze navios com destino à Índia para aí estabelecer relações comerciais com os reinos locais.
rota  da frota de Pedro Álvares Cabral da descoberta oficial do Brasil
21 de Abril de 1500: Descoberta oficial do Brasil, Vera Cruz por Pedro Álvares Cabral quando seguia com a armada a caminho da Índia.
10 de Agosto de 1500: Diogo Dias, navegador da frota de Pedro Álvares Cabral descobriu a Ilha de S. Lourenço. Ilha Madagáscar, oceano Índico  
1501 e 1502: Viagens à Terra Nova dos irmãos Gaspar e Miguel Corte-Real que desapareceram. Miguel Corte Real, ainda se encontra vivo em 1511, conforme se pode comprovar pelas inscrições da Pedra de Dighton.
Pedra de Digton, na margem esquerda do rio Taunton, em Rhode Island, USA, o nome do capitão Corte Real , data de 1511, em algarismos árabes, o algarismo 5 tem o feitio dum S maiúsculo, escudo real português em forma de "V" e em forma de "U" e 4 cruzes da ordem de Cristo
1501/02: Terceira expedição marítima à Índia, capitaneada por João da NovaDescobrimento das ilhas Stª Helena15 de Abril, e da ilha Ascensão, por Estêvão da Gama, 5 de Maio. Fernão de Noronha descobriu a ilha que tem o seu nome.
11 de Maio de 1502: Início da quarta viagem de Colon, para as Caraíbas
1502/03: Quarta expedição à Índia, capitaneada por Vasco da GamaDescobrimento das ilhas Almirante, ilhas Seicheles.
Cerca de 1503: Portugal estabeleceu pontos de apoio para as suas frotas na costa oriental africana, na rota para os seus novos entrepostos comerciais na Índia. Para se opor à expansão portuguesa no oriente, Mahmud Begara soberano do Guzerate alia-se ao sultão do Egipto e nos princípios de 1507 é enviada para a Índia uma esquadra egípcia.
pedras São Lourenço, Sri-Lanka, Ceilão, inscrição datada de 1501, o algarismo 5 tem o feitio dum S maiúsculo
1503: Vicente Sodré descobre a ilha de Socotorá, com o nome inicial de Calicia
20  Maio 1503: acta notarial de Valentim Fernandes de Moravia, integrada no códice de Peutinger, da biblioteca de Estugarda, em que confirma que Gonçalo Coelho chegou à altura do pólo Antárctico, a 53 graus da costa leste do continente Sul Americano, “ tendo encontrado grandes frios no mar”, na sequência descobriu o arquipélago das Maldivas, actual Falkand. Pela análise do mapa de Waldseemuller de 1507,  navegou pela costa ocidental da América do Sul como provam os relatos do piloto genovês António Pigafetta na viagem de Fernão de Magalhães, Outubro de 1520.Chegou ao estreito que actualmente tem o seu nome. Levava uma cópia dum mapa da região numa carta feita pelo excelente cosmógrafo Martim da Boémia, o qual o rei de Portugal D. Manuel I guardava na sua tesouraria.
1507 parte superior centro do mapa de Waldseemuller 
21  Maio 1506: Morte de Cristóvão Colon em Valladolid.
1506: Sexta expedição marítima à Índia, capitaneada por Tristão da CunhaDescobrimento das ilhas Tristão da Cunha. D. Lourenço de Almeida é enviado às Maldivas e chega a Ceilão, Sri-Lanka, a "Taprobana" dos registos clássicos gregos.
1506: Tristão da Cunha descobriu a ilha que ainda hoje tem o seu nome, no Atlântico Sul.
1506: Navegadores portugueses desembarcam em Madagáscar, ilha de São Lourenço.
1507 mapa Waldseemulle, dando a conhecer a costa ocidental da América do Sul, muito antes de Fernão Magalhães cruzar o oceano Pacífico em 1519
1507: ano em que foi lançado o mapa de waldseemuller, dando a conhecer a costa ocidental da América do Sul, descoberta anos antes,  pelo navegador português Gonçalo Coelho.
Março de 1508: As forças egipto-guzerates surpreendem em Chaúl (Dabul) uma pequena  frota portuguesa; após três dias de combate dois navios portugueses conseguem escapar.
1508/09: Décima expedição marítima à Índia, capitaneada por Diogo Lopes de SequeiraChegou a Sumatra e a Malaca.
9 de Fevereiro de 1509: Batalha Naval de Diu, ou batalha dos Rumes; o vice-rei português D. Francisco de Almeida destruíu em Diu a esquadra egipto-guzerate, estabelecendo a supremacia portuguesa no Oceano Índico.
nau século XVI, museu marinha portuguesa
1509: Diogo Lopes de Sequeira atravessou o golfo de Bengala e chegou a Sumatra e Malaca, Malásia, com ele viajava Fernão de Magalhães que viria a fazer a 1ª viagem de circum-navegação à terra ao serviço de Espanha em 1519-1520.
1511:António de Abreu, Francisco Serrão e Simão Afonso Bisagudo, foram enviados por Albuquerque em busca das "ilhas das especiarias", Serrão naufraga em Ternate, nas Molucas, Indonésia. 
1511: Duarte Fernandes, chegou ao reino de Sião, Tailândia, enviado por Afonso de Albuquerque durante a conquista de Malaca.
1512António de Abreu descobriu a ilha de Timor, Banda, Ambão e Serram.
1512: D. Pedro de Mascarenhas descobriu as ilhas Mascarenhas, oceano Índico 
1513Jorge Álvares chegou às costas da China.
1513: Afonso de Albuquerque atravessa o estreito de Bab-el-Mandeb no mar Vermelho, a 1ª frota europeia a cruzar aquelas águas.
1516: Constituição da Monarquia Espanhola através da união dos reinos de Aragão e Castela.
1517: Início do reinado de Carlos V, imperador da Casa de Áustria e rei de Espanha.
1518: Diogo Pacheco, comandou duas expedições à Austrália, então designada por "ilha do Ouro", a primeira inconclusiva ocorreu em 1518 e a segunda no ano seguinte, 1519. Desembarcou em Kimberley, a Sul e a Sudeste de Sumatra, Java e Sunda, informados por malaios e sumatras presentes na tripulação, descoberta não reconhecida oficialmente. Nesta última, segundo as "décadas da Ásia" de João de Barros acabou num naufrágio e na morte às mãos dos locais. Em Kimberley foram encontrados canhões portugueses do séc. XVI.  
rota circum-navegação Fernão Magalhães e Sebastian Elcano
20 de Setembro 1519: saíu do porto de San Lucar de Barrameda a frota de Fernão de Magalhães rumando ao Novo Mundo e que iria efectuar a primeira viagem de circum-navegação. Primeira viagem de circum-navegação do Globo por Fernão de Magalhães e Juan Sebastian Elcano. Dos 5 navios que iniciaram a viagem apenas um regressou, o Victória; Magalhães morreu na ilha de Mactan, nas Filipinas, num combate com os nativos.
galeão, museu marinha portuguesa
1519 a 1520: João Álvares Fagundes, explorou a costa americana desde a Terra Nova, Nova Escócia, até ao estuário do rio S. Lourenço, Canadá.
1520 a 1522: Cristóvão de Mendonça e Gomes de Sequeira descobriram a Austrália, descoberta não reconhecida oficialmente.
1520: Francisco Álvares e uma embaixada portuguesa chegam à Etiópia onde encontram Pero da Covilhã
1522: Regresso da frota de Fernão de Magalhães a San Lucar.
1525: Gomes de Sequeira e Diogo Rocha, atingem a Nova Guiné, enviado por Jorge de Meneses, governador de Ternate, Molucas.
1527: Gomes de Sequeira, numa 2ª viagem à Austrália,  terá atingido a Nova Zelândia, descoberta não oficial.
1529: Assinado o Tratado de Saragoça, que estabeleceu o anti-meridiano de Tordesilhas, limite Leste das explorações marítimas portuguesas e espanholas para solucionar a "questão das Molucas".
1529, Diogo Ribeiro, carta Universal
1538: João Fogaça atinge a Papua Nova Guiné, enviado por António Galvão.
1541Fernão Mendes PintoDiogo Zeimoto e Cristóvão Borralho atingiram o Japão.
28 de Setembro 1542João Rodrigues Cabrilho, ao serviço de Espanhasaindo do porto mexicano de "Manzanillo",  90 dias depois de explorar o litoral setentrional da chamada "Nova Espanha", costa Oeste da América do Norte entrou numa grande baía a que deu o nome de S. Miguel, actual S. Diego, Califórnia. Navegou ainda mais para Norte, vindo a falecer volvidos três meses numa ilha da região a 3 de Janeiro de 1543 aparentemente devido a uma infecção resultante da fractura dum braço.
1550: O portuguêsJoão Fernandes ao serviço dos reis espanhóis,  descobriu oficialmente a Nova Zelândia
1588: durante uma viagem do governador das Filipinas, D. Lorenzo Ferrer Maldonado, o piloto português João Martins conseguiu aquela que foi a primeira conquista da Passagem Noroeste, descobrindo também o que mais tarde se viria a chamar Estreito de Bering.
1594: O português, Sebastião Rodrigues Sermenho piloto mor dos mares da China e das Índias Ocidentais e Orientais  ao serviço de Espanha, descobriu uma baía na Califórnia que deu o nome de S. Francisco.
1630, portulano de autor português com o nome do Estreito de Anes
1596: O arquipélago de Svalbard já era conhecido dos navegadores portugueses antes da  descoberta oficial pelo holandês Willem Barents em 1596. Os portugueses conheciam a passagem marítima do Nordeste entre o Atlântico-Norte e o Pacífico passando pelo Oceano Árctico, pelo menos desde as explorações dos Anes - Corte Real, como de pode verificar pelo  portulano de autor português desconhecido, Macau 1630, com o nome do "Estreito de Anes".Neste arquipélago norueguês Svalbard montanhoso (pico mais alto 1.713 metros!) existe outro fenómeno geológico interessante, que está provavelmente relacionado com a mudança cíclica dos pólos magnéticos do planeta Terra, todos os doze mil anos?
1606: o português, Pedro Fernandes Queirós, ao serviço de Espanha descobriu as Novas Hébridas, a que chamou de "Austrália do Espírito Santo".
1660David Melgueiro, piloto português ao serviço da Holanda, terá efectuado uma viagem pelo Oceano Glacial Árctico, do Japão para a Europa.

6 comentários:

  1. Interessante,
    cultural o vosso blog
    teixeirahache@gmail.com
    consultar:
    http://www.paroquiadavergada.com/home.html
    http://caldas-sao-jorge.blogspot.com/
    http://www.paroquiacaldasdesaojorge.pt/index.asp
    http://cristo-rei-vergada.blogspot.com/
    Padre António Teixeira Machado
    966006502

    ResponderEliminar
  2. http://www.youtube.com/watch?v=q21rM03_R18
    http://www.youtube.com/watch?v=vjf5n1Q9LeQ
    http://www.youtube.com/watch?v=8snd3ozc72Y

    ResponderEliminar
  3. http://www.youtube.com/watch?v=q21rM03_R18
    http://www.youtube.com/watch?v=vjf5n1Q9LeQ
    http://www.youtube.com/watch?v=8snd3ozc72Y

    ResponderEliminar
  4. Fantástico blogue. Isto sim, é serviço Público!!!
    Vou andar por cá!!!

    ResponderEliminar